Ausência do poder público é um dos assuntos debatidos na Câmara durante a sessão

O descaso dos governos estadual e federal com as necessidades mais fundamentais da população foi um dos assuntos debatidos na sessão da Câmara da última quinta-feira, 16. O presidente da Câmara Antonio Emílio citou como exemplo a interdição na BR- 259, no trecho entre Baixo Guandu e Colatina. Mesmo após uma semana do deslizamento de rochas na estrada, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) ainda não sinalizou a rodovia para garantir a segurança dos motoristas. Como resultado desse descaso, aconteceu um acidente envolvendo um caminhão carregado de café. Por sorte, não houve mortes.

Outro caso citado pelo presidente é a ES-381, que liga Nova Venécia a Barra de São Francisco. A falta de conclusão das obras nas cabeceiras de pontes é outro perigo para os motoristas que trafegam no local. Não há nem ao menos sinalização nas cabeceiras para alertar os condutores.

“O Estado e o governo federal viraram as costas para o interior. A falta de infraestrutura logística nas nossas estradas causa prejuízo financeiro para o agronegócio e ainda coloca em risco a vida das pessoas”, alertou Antonio Emílio.

Confira o resumo da sessão:

O vereador Zé Luiz do Cricaré afirmou que casos de desvio de função têm sido freqüentes na administração pública, principalmente na Secretaria Municipal de Educação. Ele citou o caso de André Zen, que ocupava o cargo de coordenador especial e agora assumiu a função de coordenador de Ensino Fundamental, elevando o salário do servidor, sendo que o funcionário é formado em Ciências Contábeis.

Zequinha Brasileiro (PV) questionou o município sobre a irregularidade na coleta de lixo na cidade e a ausência de normatização sobre a manutenção e limpeza dos terrenos baldios da cidade.

Mir de Guararema (PDT) falou sobre a falta de manutenção dos bueiros em Cedrolândia e Guararema e dos problemas de infraestrutura no bairro da Associação de Cabos e Soldados.

Cimar do Altoé (PHS) sugeriu ao município que coloque dois funcionários em cada bairro para realização da limpeza de ruas. O vereador também indicou ao Executivo a pintura de uma faixa de pedestre em frente ao Atacadão Cricaré.

Dejanir Dias (PSB) indicou a construção de uma academia no bairro São Francisco com o auxílio do vereador Mir de Guararema (PDT).E também afirmou que o Executivo deve utilizar os recursos da devolução da Câmara para fazer Nova Venécia avançar, com construção de escolas e investimentos que melhorem a qualidade de vida das pessoas, e não para pagamento de 13º aos servidores, já que é obrigação do setor público e privado o benefício aos trabalhadores.

Biel da Farmácia (PV) falou sobre os vários acidentes que acontecem na Curva do Curtume, trecho entre Nova Venécia e São Mateus, na BR-381.

Cabo Tikeira (PV) destacou os desvios de função na administração pública e que o Poder Executivo precisa fazer um “pente fino” em todas as secretarias para resolver esse problema. O vereador também falou sobre as condições precárias da Escola do Córrego do Paraíso.

Ronaldo Barreira (SD) parabenizou a Secretaria Municipal de Cultura pelo ótimo carnaval promovido no município, mas fez uma crítica ao 2º Batalhão da Polícia Militar. De acordo com o vereador, eventos municipais só podem ocorrer até 1 hora da manhã, mas os policiais, responsáveis por garantir o cumprimento do horário, deixaram o evento que aconteceu no Oratório antes de 1 hora.

 

 

Data de Publicação: sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

ACOMPANHE A CÂMARA

Endereço:
Avenida Vitória, n° 23, Caixa Postal 4 – Centro – Nova Venécia/ES – CEP: 29830000

Telefone(s): (27) 3752-1371 | (27) 3752-1880 | (27) 3752-1931
E-mail(s): comunicacao@cmnv.es.gov.br | camaranovavenecia@gmail.com

Horário de funcionamento da Câmara: 07h30 às 13h00 (terça-feira 08h00 às 11h00 - 15h00 às 20h00)
Dia e horário das Sessões Plenárias: Todas as terças-feiras às 17h00